Projecto Adamastor

Amor de Perdição – Camilo Castelo Branco

A Ruiva - Capa

O romance, escrito em seguimento daquele (O Romance de um Homem Rico), foi o Amor de Perdição. Desde menino, ouvia eu contar a triste história de meu tio paterno Simão António Botelho. Minha tia, irmã dele, solicitada por minha curiosidade, estava sempre pronta a repetir o facto, aligado à sua mocidade. Lembrou-me naturalmente na cadeia muitas vezes meu tio, que ali devera estar inscrito no Livro das entradas no cárcere e das saídas para o degredo. Folheei os livros desde os de 1800, e achei a notícia com pouca fadiga e alvoroços de contentamento, como se em minha alçada estivesse adornar-lhe a memória, como recompensa das suas trágicas e afrontosas dores em vida tão breve. Sabia eu que em casa de minha irmã estavam acantoados uns maços de papéis antigos, tendentes a esclarecer a nebulosa história de meu tio. Pedi aos contemporâneos, que o conheceram, notícias e miudezas, a fim de entrar de consciência naquele trabalho. Escrevi o romance em quinze dias, os mais atormentados de minha vida. Tão horrorizada tenho deles a memória, que nunca mais abrirei o Amor de Perdição, nem lhe passarei a lima sobre os defeitos nas edições futuras, se é que não saiu tolhiço incorrigível da primeira. Não sei se lá digo que meu tio Simão chorava, e menos sei se o leitor chorou com ele.

Título: Amor de Perdição
Autor: Camilo Castelo Branco
Data Original de Publicação: 1862
Data de Publicação do eBook: 2015
Capa: Ana Ferreira
Imagem de Capa: The Letter, de Julian Alden Weir
Revisão: Ricardo Lourenço e Cláudia Amorim
ISBN: 978-989-8698-25-4

EPUB
MOBI

 

Também disponível na Kobobooks:

Kobo
Em alternativa, pode descarregar o eBook mediante uma contribuição à sua escolha. O Projecto Adamastor depende exclusivamente de trabalho voluntário, pelo que qualquer contributo é importante não só para assegurar os custos inerentes à sua manutenção, mas também para permitir o investimento necessário para recuperar novas obras.