[#VozesFemininas] Florbela Espanca (1894-1930)

Poetisa e contista, Florbela de Alma da Conceição Espanca (1894-1930) nasceu em Vila Viçosa, onde passou a sua infância. Filha ilegítima, foi criada pelo pai e pela madrinha. Em 1917, após ter terminado os estudos liceais na área de Letras, passou a frequentar a Faculdade de Direito de Lisboa. No ano seguinte, surgiram os primeiros indícios sérios duma neurastenia que, até então, apenas se havia manifestado no final da adolescência. Em 1919, saiu a lume a sua primeira obra poética: Livro de Mágoas, título que reflecte na perfeição a curta e atribulada vida da autora, em que não faltaram desgostos amorosos (divorciou-se duas vezes) e esperanças goradas (sofreu dois abortos involuntários), acontecimentos que contribuíram para o agravamento do seu estado de saúde. Foi, no entanto, em 1927 que sofreu um abalo irremediável: a morte inesperada do seu irmão Apeles, num acidente de aviação no Tejo. A 8 de Dezembro de 1930, dia do seu aniversário, suicidou-se com barbitúricos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.