Avançar para o conteúdo

O Mistério da Estrada de Sintra — Eça de Queirós e Ramalho Ortigão

Há catorze anos, numa noite de Verão, no Passeio Público, em frente de duas chávenas de café, penetrados pela tristeza da grande cidade que em torno de nós cabeceava de sono ao som de um soluçante pot-pourri dos Dois Foscaris, deliberámos reagir sobre nós mesmos e acordar tudo aquilo a… Ler mais »O Mistério da Estrada de Sintra — Eça de Queirós e Ramalho Ortigão

A Ilustre Casa de Ramires — Eça de Queirós

Já desde séculos se perdera a memória do lugar que ocupava aquela torre nas complicadas fortificações da Honra e Senhorio de Santa Ireneia. Não era decerto (segundo padre Soeiro) a nobre torre albarrã, nem a de alcáçova, onde se guardava o tesouro, o cartório, os sacos tão preciosos das especiarias… Ler mais »A Ilustre Casa de Ramires — Eça de Queirós