Revista Estranhar Pessoa n.º 2

Estranhar Pessoa

É publicado hoje o segundo número da  REVISTA ESTRANHAR PESSOA!  Este número contém uma Secção Temática, o Caderno do Orpheu, composto por artigos  que têm como horizonte a revista modernista de que se celebra este ano o centenário, e ainda uma Secção Genérica, reunindo artigos  cujo foco excede este propósito temático.

 

Seguindo o mote de Pessoa de que haveria em Portugal apenas duas coisas interessantes, a paisagem e Orpheu, este número da Revista, editado por Pedro Sepúlveda, propõe uma revisitação crítica de temas fundamentais do Modernismo literário português, através de leituras das obras dos seus maiores intervenientes.

 

A Revista reúne, uma vez mais,  artigos de alguns dos mais importantes especialistas no estudo da obra de Fernando Pessoa e dos seus contemporâneos, assim como de jovens investigadores com trabalho muito relevante nesta área. Prestando novamente tributo a um centenário, seguindo-se ao do dia triunfal de Pessoao de Orpheu, a Revista não se cinge a este contexto temático, contribuindo para renovar e ampliar a discussão que encontra em Pessoa um denominador comum.

 

Boas leituras!

 


REVISTA ESTRANHAR PESSOA, N.º 2 / Outubro de 2015

Editor: Pedro Sepúlveda
[PDF COMPLETO]
Pedro Sepúlveda, Introdução: Além da paisagem

 

SECÇÃO TEMÁTICA: CADERNO DO ORPHEU

Richard Zenith, Campos Triunfal

Fernando Beleza, Orpheu cosmopolita: Políticas culturais e heterotopia sensacionista em
“Ode Marítima”, de Álvaro de Campos

Nuno Amado, Orpheu… e Eurídice

Rita Patrício, “Nós os de Orpheu”: da distinção

Pedro Sepúlveda, Orpheu em lugar de Caeiro

Manuela Parreira da Silva, Raul Leal, o filósofo “futurista” de Orpheu

Anna M. Klobucka, A propósito de Violante de Cysneiros:
Orpheu, Nova Sapho e as poéticas e políticas de género no Modernismo português

Fernando Cabral Martins, Notas sobre o diálogo poético entre Sá-Carneiro e Pessoa

Pedro Tiago Ferreira, A teoria pessoana das Ideias: O Marinheiro

Ana Maria Freitas, Paisagens-Outras – a soma-síntese nas ficções de Fernando Pessoa

 

SECÇÃO GENÉRICA

Victor K. Mendes, Animais, plantas e a crítica do antropocentrismo
no Livro do desassossego, de Fernando Pessoa

Vincenzo Russo, A poesia pensa o século XX: Fernando Pessoa lido por Alain Badiou

 

Os autores