Novidades da Hemeroteca Digital #172

GazetadeLisboa

Dando continuidade à disponibilização da coleção Gazeta de Lisboa, fica hoje disponível para consulta em linha o período de 1778 a 1789, aqui.
 
Este jornal de notável longevidade (publicou-se entre 1715 e 1830, estando por isso a comemorar o seu 3.º centenário), misto de noticiário oficial do reino (será continuado pelo Diário do Governo) e de crónica do estado do mundo, ressurge em 4 de Agosto de 1778 após uma suspensão — alegadamente por ação do Ministro Sebastião José de Carvalho e Melo – desde Junho de 1762. Ressurge com o mesmo nome — Gazeta de Lisboa, mas com novo redator, Félix António Castrioto.
 
Do período cronológico que agora se disponibiliza, assume especial relevância a narração da agitação em França, na noite de 13 de Julho de 1789 (noticiada na Gazeta   N.º 31, de 4 de Agosto desse ano), que justificou mesmo a edição de um “supplemento extraordinário”, em 5 de Agosto, integralmente consagrado à “Continuação da grande revolução, que aqui acaba de succeder”: texto datado de Paris, 17 de Julho de 1789, e que começa da seguinte forma: “Já he sabida a maneira como começára esta famosa revolução, que fará época nos annaes da França.”