Projecto Adamastor

Fundação Calouste Gulbenkian disponibiliza gratuitamente textos clássicos

Depois da forte aposta da Imprensa Nacional em conteúdos digitais, a Fundação Calouste Gulbenkian anuncia agora que pretende também apostar no formato, disponibilizando, numa primeira fase, 52 textos clássicos, incluindo obras de Platão, Aristóteles, Thomas More e John Locke:

A partir dos anos 60, a Fundação editou obras fundamentais para a cultura portuguesa, o ensino universitário e o conhecimento em geral. Atenta à transformação digital, a Fundação decidiu adotar uma nova política editorial para tornar acessível, a todo o público, clássicos da cultura mundial e obras marcantes da cultura portuguesa. A partir de agora, as edições e reedições serão primordialmente efetuadas em formato digital, com acesso gratuito e universal, desde que salvaguardados os direitos de autor.

 

Nesta primeira fase, estão disponíveis 52 títulos que vão de Platão a Santo Agostinho, passando por outros grandes clássicos universais.