Projecto Adamastor

Esfinge — Coelho Neto

 

— E onde achou este livro?

 

— Onde? a meu lado, na vida.

 

— Quem o compôs?

 

— Arhat. — Pronunciando tal nome estremeceu como a um choque e atirou a pasta sobre a mesa, pondo-se a caminhar agitado, arrepelando-se. Ainda exalou: — Ninguém sabe! — Mas logo, serenando, sorriu, posto que a tristeza lhe toldasse o sorriso, dizendo em tranqüilas palavras: — E quem sabe a história da sua alma? Quem?! Todos possuem um livro como este — visível ou invisível, não é verdade? A vida é assim: temo-la sob os olhos e não a deciframos… e ela devora-nos. É a Esfinge. Volte uma página deste livro para diante — é o amanhã, mistério da vida. Folheie-o para trás, ainda mistério! o passado, a morte. O presente, que é? redouça em que nos balançamos entre a saudade e a esperança. É assim. De que vale saber? Feche o volume ou deixe-o aberto. Em sono ou em vigília a vida é sempre indecifrável.

Título: Esfinge
Autor: Coelho Neto
Data Original de Publicação: 1908
Data de Publicação do eBook: 2020
Imagem da Capa: Figuras Sobrepostas, de Ismael Nery
Revisão: Ricardo Lourenço, Miriam Santos Freire e Cláudia Amorim
ISBN: 978-989-8698-60-5
Texto-Fonte: Esfinge. Porto: Livraria Chardon, 1920.

EPUB
Icon

Esfinge — Coelho Neto

MOBI
Icon

Esfinge — Coelho Neto [MOBI]