Projecto Adamastor

Congresso «Peregrinaçam de Fernão Mendes Pinto 1614-2014»

Typus_Orbis_Terrarum

Em 1614, foi dada à estampa pela primeira vez a Peregrinaçam de Fernão Mendes Pinto. Obra complexa, não o é apenas pelo facto de relatar uma extraordinária experiência de vida. A complexidade da Peregrinaçam decorre do carácter diverso e mutável da própria narrativa; da ressonância, ali perceptível, de distintas tradições literárias; do enraizamento numa densa e agitada realidade histórica; da relação com outros textos e outros discursos que falam também de viagem e de aproximação a longes terras e estranhas gentes; do modo como, ao representar essa descoberta do mundo, destaca e explora formas de contacto entre Ocidente e Oriente.
 
Celebrando o IV centenário da sua publicação, terá lugar nos dias 11 e 12 de Junho de 2014, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, um Congresso sobre a Peregrinaçam, organizado a partir dos seguintes tópicos:
 

  • história do livro e da edição
  • o texto e seu contexto
  • narrativa e retórica
  • viagem e conhecimento do mundo
  • difusão e recepção da obra
  • contacto de línguas: dinâmicas e produtos